A Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia realiza, neste fim de semana, o levantamento de informações que possam ajudar a esclarecer a morte do professor Ly de Freitas Fernandes, de 57 anos, da Faculdade de Medicina (FM) da Universidade Federal de Goiás (UFG). O intuito é concluir o laudo inicial para que, na próxima ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários