Pelo menos 47 pontos de rodovias goianas estão críticos e podem inviabilizar o escoamento da produção, segundo levantamento feito pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag). Presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Ênio Caiado diz que já realiza estudo geral na...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários