Durante entrevista para o site do O POPULAR na tarde desta terça-feira (21), o prefeito de Rio Verde Paulo do Vale (DEM) confirmou que a cidade deve voltar a ter 90% das suas atividades econômicas retomadas na próxima segunda-feira (27).

"O que nos norteia neste momento é a responsabilidade e o planejamento. Esta é uma crise que veio de fora e trouxa a pandemia da doença. Agora estamos diante de uma pandemia de desemprego. Para sair dessa situação foi preciso estruturar muito bem a entrada da doença e o sistema de saúde. Agora, temos segurança para podemos retomar essas atividades na cidade de Rio Verde. Na próxima segunda contamos com o retorno de cerca de 90% das atividades entre pequenos e médios comerciantes, claro, dentro de um protocolo sanitário."

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretária Estadual de Saúde, o município do sudoeste goiano apresenta 13 casos confirmados da Covid-19, com uma 1 morte. O município foi um dos primeiros, junto com a capital Goiânia, no registo do coronavírus no Estado: uma mulher, profissional da área da saúde, que esteve na Europa.

"Acompanhando as notícias na imprensa desde o início da pandemia, no fim de janeiro e começo de fevereiro, chamei toda equipe da saúde, os secretários e técnicos da área epidemiológica para nos preparamos para a chegada da doença. Dessa forma, ainda em fevereiro, estabelecemos todos os protocolos conforme recomendado pela Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, e treinamos os profissionais da UPA, do SAMU, do hospital e das unidades básicas para atendimento. Nós adquirimos mais 23 respiradores e criamos uma unidade especifica para receber possíveis pacientes com a doença", disse o prefeito.

Paulo afirma que a ajuda e a compreensão da população no cumprimento do isolamento e distanciamento social foram fundamentais para achatar a curva de contágio no município. Com esse apoio, a prefeitura conseguiu ganhar um fôlego para estruturar ainda mais o sistema básico de saúde. 

"Criamos e ampliamos o atendimento na rede de saúde. Neste fim de semana vamos inaugurar 46 leitos dentro do hospital municipal, mais um hospital de campanha com 100 leitos, custeados pelos cofres do município de Rio Verde. Depois que este período passar, todos os equipamentos, mobiliário hospitalar e módulos serão utilizados. Não estamos alugando, estamos adquirindo para o patrimônio do município".

Sobre o pagamento dos funcionários público, o político, que recentemente se filiou ao DEM, afirmou que mesmo com a queda na receita, o pagamento dos servidores municipais está garantido até o último dia do seu mandato. 

Por mais de uma vez, o prefeito pediu para a população fazer uso de máscaras e de cobrar dos comerciantes o seguimento das regras sanitárias. Ele mesmo afirmou que está produzindo em casa, com a ajuda da esposa, máscaras caseiras.

Sobre a volta às aulas, Paulo afirmou que essa deve ser a última atividade a ser retomada na cidade, pois as crianças, na maioria, são assintomáticas e por isso podem contaminar os familiares e demais pessoas do seu convívio.

Por fim, a realização da Tecnoshow COMIGO - Feira de Tecnologia em Agronegócio ainda está incerta em 2020. A última edição do evento teve R$ 3,4 bilhões em negociações. Segundo o prefeito, vai depender muito de como a curva de contaminação vai se comportar na cidade.