O dono e o coordenador terapeuta de uma clínica de recuperação de dependentes químicos em Damolândia, foram presos em flagrante, na madrugada desta sexta-feira (30), suspeitos de manter mais de 30 internos em cárcere privado, mediante maus-tratos, e ainda ter duas armas de fogo. Segundo o delegado Humberto Teofilo, os homens praticaram diversos tipos de violência física...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários