Após a explosão que deixou 14 das 16 cidades do Amapá no escuro, na noite de 3 de novembro, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) fez “diversas tentativas” de ligar para o telefone de emergência da distribuidora estadual CEA para coordenar o processo de retomada do fornecimento. Ninguém atendeu, diz o operador. A linha telefônica de emergência, conhec...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários