A Universidade Estadual de Goiás (UEG) anunciou para este ano a redução do número de câmpus de 41 para apenas 8, a demissão de 47% do total de servidores e professores contratados e a possibilidade de reduzir o número de cursos com o encerramento de novas matrículas. As medidas fazem parte de um pacote anunciado pelo reitor interino na instituição, Rafael Borges, que tam...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários