A suspensão do programa Asfalto Novo por 120 dias, após decreto assinado pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) na terça-feira (30), deixa pelo menos 279 quilômetros de ruas de Goiânia sem a restauração asfáltica prometida desde 2016, quando o projeto foi criado. Cruz decidiu por paralisar as obras para “apurar supostas irregularidades na execução dos contratos”, con...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários