Fugindo da fome, das crises política e econômica e da ausência de perspectiva na vida profissional em seu país, os venezuelanos formam hoje uma das maiores comunidades de estrangeiros no Brasil, com 168 mil pessoas. Embora em maior número em Roraima, pela facilidade de acesso, eles já estão presentes em vários pontos do território brasileiro e Goiás não foge à regra. G...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários