O técnico em enfermagem Ildson Custódio, acusado de estupra a estudante universitária Susy Nogueira Cavalcante, que morreu em maio do ano passado, em um hospital da capital, foi condenado pela Justiça de Goiás. O advogado Darlan Fonseca, que representa a família da vítima, confirmou a condenação, mas não deu detalhes da sentença, uma vez que o caso corre em sigilo. A ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários