O laudo da Polícia Técnico-Científica atestou que a substância azulada encontrada no depósito da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) de Goiânia realmente era sabão em pó. O titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Decarp), Webert Leonardo Lopes da Silva Santos, que apura a denúncia de fraude em licitação, afir...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários