Belo Horizonte - O chefe do CTI do Hospital Biocor, Herbet Miotto, disse ao Grupo Estado, no início da noite desta terça-feira, que o quadro do cantor Wando é muito grave e não há como precisar as chances que ele tem de se recuperar. "Os procedimentos foram feitos com sucesso e agora temos que aguardar. É uma situação muito grave? É, mas existe uma chance, mas não dá para dizer de quantos por cento", disse o cardiologista.

Segundo ele, Wando deu entrada no hospital, em Belo Horizonte, com um quadro de forte angina (veia coronariana parcialmente entupida), na última sexta-feira, que acabou evoluindo para um infarto quando ele se preparava para passar por um cateterismo. O ponto positivo, disse o médico, é que o cantor não apresentou piora depois de ser operado. O artista segue respirando com ajuda de aparelhos e em coma induzido. "O que temos a fazer agora é aguardar", afirmou o médico.

A família do cantor divulgou uma nota de agradecimento às manifestações de carinho de amigos e fãs. “Estivemos passando por momentos muito difíceis e cruciais, mas sabemos que estamos agora em um melhor caminho. Apesar da gravidade do caso, sua melhora tem sido evidente e gradual", diz, na nota, a filha Gabrielle Burcci e a mulher do cantor, Renata Costa Lana e Souza. Gabrielle e Renata também agradeceram a equipe do hospital pelo “excelente atendimento" e disseram acreditar que “o fator hereditário e a corrida cotidiana contribuíram de forma importante para o que aconteceu". Elas lembraram que "Wando não bebe, não fuma e não é diabético, mas terá que rever seu estilo de vida".