O projecionista Bartolomeu Marinho, mais conhecido como Bartô, morreu, na madrugada desta segunda-feira (22), de Covid-19. Nascido em Barra do Garças (MT), ele se mudou para Goiânia ainda menino e há quase 30 anos trabalhava no Cine Cultura, unidade da Secretaria Estadual de Cultura (Secult). Em nota, a Secult Goiás informou que Bartô desde o começo da pandemia estava...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários