O MPF (Ministério Público Federal) abriu inquérito para apurar a conduta do CFM (Conselho Federal de Medicina) diante de medicamentos sem eficácia comprovada contra o coronavírus. O conselho médico foi acionado porque "não se posicionou contra o tratamento precoce de Covid-19, que preconiza o uso 'off label' [fora da bula] de cloroquina e ivermectina". De acordo...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários