O Procon Goiás realizou fiscalização, na manhã desta quarta-feira (8), em quatro drogarias na região central de Goiânia para apurar o possível aumento abusivo de preços de remédios que têm sido, nos últimos dias, associados ao tratamento da Covid-19, mesmo sem comprovação científica. De acordo com o órgão, aumentou a procura por medicamentos como hidroxicloroquina, azitro...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários