Um detento do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, foi torturado, esfaqueado, esquartejado em 59 partes e teve seu fígado comido por seus assassinos. O caso macabro aconteceu em dezembro de 2013, mas veio à tona agora porque uma testemunha-chave foi encontrada e revelou o crime depois de ter sido transferida da unidade prisional. Segundo as inv...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários