O caseiro Juan Carlos de Moura Felício, de 28 anos, e pai do menino de 7 anos morto com um tiro acidental no rosto em uma fazenda em Ipameri, na região Sudoeste do Estado, foi preso em flagrante por posse ilegal e omissão de cautela na guarda de arma de fogo. Na noite desta segunda-feira (12), o enteado de Juan, de 17, pegou uma espingarda calibre 28 e a mostrou para o irmão. No entanto, quando ele foi fechar a arma ela disparou acide...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários