Atualmente, a reposição de bens artísticos na Igreja Matriz segue sendo discutida entre a comunidade e há quem argumente em prol da reconstrução de elementos anteriores, com, por exemplo, os antigos retábulo e do altar-mor por meio de réplicas. “Fazer cópias do que existia originalmente seria falseamento artístico”, avalia o arquiteto responsável pela restauração feita...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários