A Prefeitura de Goiânia deve desistir da terceirização de parte da vacinação contra a Covid-19, cuja licitação foi vencida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), em agosto. A contratação teria se mostrado desnecessária após reavaliação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Alvo de impasses burocráticos e contestações políticas, o processo é investigado pelo Tribunal d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários