No início deste mês, quando auxiliava o pai idoso que se preparava para uma cirurgia, o professor doutor Laerte Guimarães Ferreira Júnior, de 55 anos, pró-reitor de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG), percebeu que não estava bem. Resfriado e sentindo cansaço, decidiu fazer o teste para Covid-19 em um laboratório da instituição. “Fui informado de que, além de...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários