“Não existe lugar por onde ele passou sem transformar a vida das pessoas”, foi assim que Daniela Azevedo, ou Dani, como seu pai a chamava, se referiu ao médico Ciro Ricardo Pires de Castro, que morreu, aos 76 anos, por Covid-19 em Goiânia no sábado (27). Filha do profissional conhecido na capital e no Estado, Dani contou ao POPULAR que o sentimento agora é de gratidão p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários