A doutora em transportes, Erika Kneib, explica que Goiânia facilita o aumento da frota de veículos particulares motorizados e, como consequência, o impacto negativo no trânsito. “Goiânia tem uma farta quantidade de vias e áreas de estacionamento. E tais áreas ainda privilegiam o uso do automóvel, em detrimento de modos sustentáveis, como o transporte coletivo, a bicicleta e a...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários