Responsável pela investigação da morte dos advogados Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47, o delegado Rhaniel Almeida, adjunto da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), diz que os indícios já levantados apontam para um crime encomendado. “Os indícios iniciais apontam para esta linha de investigação, para uma m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários