Atualizado às 21h35 Os policiais acusados de matar o auxiliar de produção Tiago Messias, de 31 anos, um adolescente assaltante, de 17 anos, e alterar a cena do crime, em Senador Canedo, deverão ser julgados por um tribunal de júri. Segundo o advogado da família do auxiliar de produção, que acompanhou a sessão, a decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Es...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários