Os primeiros a sentirem as mudanças ocasionadas pelo desenvolvimento dos bairros são os próprios moradores, principalmente os mais antigos, como o artista plástico, de 75 anos, João Thiers que se mudou para a Vila Xavier, na Região Central, na década de 1960, onde reside até hoje. “Não tinha nada, esgoto, asfalto, praça e comércio. Essa rua aqui era só um trieiro de c...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários