Quanto mais grave o contexto da epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), pior é a situação na periferia de Goiânia. Levantamento feito pelo POPULAR com base em informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Plataforma Covid-19 da Universidade Federal de Goiás (UFG) mostra que, enquanto os moradores de bairros mais afastados respondem por 58,7% das notificaçõe...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários