Perícias preliminaries já comprovaram que o material recebido pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) de Goiânia não se trata de sabão. Nesta quinta-feira (13), a Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Goiânia denunciou que as embalagens distribuídas como material de limpeza, teriam sido adulteradas, e não se tratavam de sabão em pó. No...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários