Uma carta escrita à mão e assinada por 127 reeducandos que cumprem pena no presídio de Planaltina de Goiás (259 km de Goiânia) será protocolada esta semana no Supremo Tribunal Federal (STF). Os presos expressam no documento uma lista de pedidos e citam, por exemplo, a necessidade do fim de todo e qualquer tipo de tortura. Eles também pedem mudança nas visitas e na al...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários