O líder da Igreja Tabernáculo da Fé, uma das mais tradicionais de Goiânia, está sendo investigado pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) e pela Polícia Civil após denúncias de assédio e importunação sexual. Conforme os relatos, o pastor Joaquim Gonçalves Silva, de 85 anos, teria assediado mulheres em momentos de fragilidade e teria praticado o crime reiteradas v...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários