A extensão linear e a divisão em diversos trechos do Parque Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama) foram verificados, na prática, como um problema para a manutenção dos espaços desde que os equipamentos passaram para a responsabilidade das secretarias, em 2017, com as obras sendo liberadas. Mais de dois anos depois e apesar de toda a logística montada para minimizar ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários