No setor de reciclagem, ao menos para as cooperativas, o vidro não vale o quanto pesa. Segundo em volume por quilo, o material é o penúltimo em valores de comercialização. Uma parceria entre a Uniforte (que reúne seis cooperativas de reciclagem), Universidade Federal de Goiás, Ministério Público, Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e Fundação de Apoio à Pesquis...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários