Após um rastreamento por satélites, a Procuradoria da República no Rio Grande do Norte e a Polícia Federal apontam que um navio de bandeira grega carregado de petróleo venezuelano, o NM Bouboulina, é agora o principal suspeito de ser a fonte do óleo que tem aparecido em várias praias nordestinas desde o início de setembro. Para obter mais provas, a PF deflagrou nesta...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários