Ao perceber que uma paciente com Covid-19 intubada estava com as mãos geladas, uma técnica de enfermagem e uma enfermeira de São Carlos (a 232 km de São Paulo) começaram a pensar em algo para amenizar o desconforto da mulher. Coincidência, ambas tinham visto momentos antes uma colega de outro estado propor o uso de luvas cirúrgicas com água morna para situações semelhantes. Correram, encher...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários