A pesquisa também aponta que 62% dos pais e 58,4% das mães de alunos da UFG possuem apenas ensino médio completo. Para a academia, esse graduandos estão rompendo fronteiras ao serem, quase sempre, pioneiros na formação superior da família. Esse é o caso da indígena Waithy Xerente, de 21 anos, estudante de Direito. Seus pais têm ensino médio. Ela entrou em 2016 na unive...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários