A pesquisa também aponta que 62% dos pais e 58,4% das mães de alunos da UFG possuem apenas ensino médio completo. Para a academia, esse graduandos estão rompendo fronteiras ao serem, quase sempre, pioneiros na formação superior da família. Esse é o caso da indígena Waithy Xerente, de 21 anos, estudante de Direito. Seus pais têm ensino médio. Ela entrou em 2016 na unive...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários