Pai de Santo suspeito de abusar sexualmente de frequentadoras de terreiro em Goiânia, Oli Santos da Costa admitiu, em depoimento, ter tido relacionamento com uma das mulheres que o denunciaram. À delegada Cássia Sertão, titular da 2ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), ele disse que a relação foi consentida e com duração de quatro anos. T...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários