O pai de santo Oli Santos da Costa, suspeito de abusar sexualmente de frequentadoras de terreiro em Goiânia, admitiu ter tido relacionamentos com algumas das vítimas que já prestaram depoimentos na 2ª Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher (Deam), mas de forma consensual, negando abuso. Nesta segunda-feira (1º) ele se apresentou espontaneamente na 2ª Deam para pr...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários