Um pai de santo, de 43 anos, foi preso suspeito de estuprar cinco adolscentes durante atendimentos espirituais na cidade de Santo Antônio do Descoberto, no entorno do Distrito Federal. Os abusos teriam acontecido quando as vítimas tinham entre 12 e 13 anos, segundo a delegada responsável pelo caso, Silzane Bicalho. Ela destaca ainda que após ser indiciado mais três pessoas procuraram a delegacia afirmando que seriam vítimas também e o acusando por crimes sexuais.

Francisco de Assis Maximiliano foi indiciado por estupro de vulnerável e está detido preventivamente desde segunda-feira (14). De acordo com a delegada que investiga o fato, ele permanecerá preso a princípio por 30 dias. “Como ele ficou calado a primeira vez que tentamos ouvi-lo, vou interrogá-lo novamente e ir atrás para colher os novos depoimentos que chegaram das demais possíveis vítimas de estupro”, relata.

O que já se sabe até agora, segundo a delegada, é que no caso das três adolescentes, os crimes tiveram início em 2012, no entanto, devido ao medo que sentiam por sofrer ameaças de morte, somente agora as vítimas conseguiram tomar coragem para fazer a denúncia no começo deste ano. “Pelo que relataram, tudo acontecia em um terreiro, onde ele fazia um banho de ervas, tirava a roupa das meninas e dizia que estava baixando uma entidade”, diz. No depoimento, as meninas também contaram que normalmente ficavam sozinhas, ingeriam bebidas alcoólicas e depois eram abusadas pelo homem.

O POPULAR não conseguiu contato com a defesa do investigado.