Um padre da cidade de Corumbaíba, no sul do estado, é suspeito de ofender um egípcio que vive na Paróquia Senhor Bom Jesus da Cana Verde, da qual é responsável. Em áudios enviados a Mohamed Nafad, de 35 anos, o pároco Emerson Simplício pede que ele se livre de seus três cachorros e um gato e até sugere que o egípcio mate os animais. “Antes de você mudar, eu falei:...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários