A morte do padre Jesus Flores, de 88 anos, no último sábado (13) abalou toda a comunidade católica goiana. Das 13 pessoas que moravam com o padre no Convento Redentorista Divino Pai Eterno em Trindade, dez eram padres e cinco foram infectados pela doença. Um ainda continua internado. A primeira pessoa a testar positivo da casa foi o padre Geraldo Teixeira, de 65 an...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários