O Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO) ainda não deu parecer final sobre o pedido da Prefeitura de Goiânia, realizado em outubro do ano passado, para o adiamento do prazo para o cumprimento da execução do BRT Norte-Sul. Em 2018, Paço Municipal e o órgão federal assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) estabelecendo que o corredor exclusivo de transporte c...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários