O procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi, disse no início da tarde desta sexta-feira (21) que o prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD), que foi afastado do cargo à pedido do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) devido à denúncias de que ele teria cometido o crime de importunação sexual, também está sendo investigado por outros crimes. "...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários