Relatórios de administração, fichas de batismo e até pedidos de cirurgia foram apreendidos em operação da Polícia Civil que investiga uma célula do Primeiro Comando da Capital (PCC) na região Sul do Estado. Dezoito pessoas foram presas nesta quinta-feira (08) e outras 32 que já estavam encarceradas e passaram a responder por organização criminosa. Entre os investigados...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários