Desde que as obras do Bus Rapid Transit (BRT) Norte-Sul começaram em Goiânia, em maio de 2015, 1.141 árvores, entre palmeiras (como os 100 exemplares cortados esta semana) e outras espécies, foram extirpadas ao longo dos 22 quilômetros de corredor exclusivo que contemplam a construção. Neste mesmo período, o consórcio responsável pela obra já replantou 1.306 espécimes...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários