O delegado-geral da Polícia Civil de Goiás (PC-GO), Alexandre Pinto Lourenço, negou, ontem (15), que houve interferência política em sua condução para o cargo. A declaração foi feita quatro dias depois da posse, em substituição ao delegado Odair José - indicado para a Superintendência de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado da Secretaria de Segurança Pública de Goiá...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários