O sistema de transporte coletivo metropolitano vai ter nova tecnologia para a cobrança e opções de pagamento para os usuários a partir de meados de 2020. A mudança trará a oportunidade de repensar políticas públicas para a mobilidade da região metropolitana de Goiânia, tanto na gestão e fiscalização quanto na tarifação. Isso porque os aparelhos que serão usados a partir...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários