O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou nesta segunda-feira, 27, que “nada justifica” a ação do policial militar de 45 anos que matou um motociclista suspeito de roubo com um tiro nas costas na madrugada de sábado, 25, na zona leste da capital paulista. O PM foi preso em flagrante e responderá por homicídio. “Nós não corroboramos com ne...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários