O Ministério da Saúde divulgou um novo boletim dos casos de coronavírus no Brasil na tarde desta quinta-feira (26). Conforme o informativo, o número de casos em Goiás saltou para 39 e uma morte foi registrada. Segundo a pasta, o Brasil tem 2.915 pessoas diagnosticadas com covid-19 e registra 77 mortes pela doença. A taxa de letalidade no País é de 2,6%. Outra informação repassada pelo governo federal é que 194 pessoas estão internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em todo país em função da doença.

Uma idosa de 66 anos hipertensa, com diabetes, doença pulmonar obstrutiva crônica e que recentemente teve dengue, foi a primeira morte em Goiás. Ela morava em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF), e faleceu hoje pela manhã.

O marido dela, de 74 anos, está internado em estado grave na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Ingá, com sintomas de Covid-19. mas ainda não fez o exame porque o município não tem mais testes disponíveis. A informação é da prefeita de Luziânia, Edna Aparecida.

Até o momento as confirmações no Estado foram registradas nos municípios de Goiânia (21), Rio Verde (6), Anápolis (3), Aparecida de Goiânia (2), Valparaíso de Goiás (2), Jataí (1), Catalão (1), Silvânia (1) e Luziânia (1). O local do último caso informado hoje pelo Ministério da Saúde ainda não foi divulgado. 

Brasil

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, apresentou dados sobre os perfil das pessoas infectadas pelo novo coronavírus. A maioria dos casos são de pessoas entre 60 e 69 anos. Já os óbitos são mais notáveis a partir de 70 anos, embora haja registro de mortes a partir dos 60 anos. A frequência de casos e óbitos é maior entre homens.

 Dos pacientes confirmados com covid-19 no Brasil, 205 pessoas estão em enfermaria e 194 em UTI. A principal comorbidade (doença pré-existente) entre os que foram diagnosticados é a cardiopatia, seguida por diabete.