Depois de mudar o tom em relação ao massacre de Paraisópolis e determinar uma mudança de protocolo da Polícia Militar, o governador João Doria disse nesta sexta-feira (6) que não tem "compromisso com erro" e chamou de "dramático" o episódio.  No último domingo, uma ação da PM causou a morte de 9 jovens em um baile funk na favela de Par...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários