Nota oficial emitida pelo Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) neste sábado (4) criticou liminar da Justiça do Trabalho da última sexta-feira (3) que suspendeu a interdição do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia. O documento publicado reiterou que a decisão pelo fechamento da unidade foi tomada após auditoria do MPF, Ministério Público do Trabalho e a Su...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários