As operadoras de planos de saúde Unimed Rio Verde e São Francisco Saúde, assim como aos médicos obstetras que atuam em Rio Verde, receberam recomendações do Ministério Público de Goiás (MP-GO) sobre a cobrança de taxa de disponibilidade para realização de partos de gestantes beneficiárias de planos de saúde. Para o promotor de Justiça Márcio Lopes Toledo, a cobr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários