O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) instaurou inquérito civil público para apurar improbidade administrativa na execução do Plano Nacional de Vacinação (PNV) contra a Covid-19 em Orizona. Em lista divulgada pela prefeitura constam nomes de funcionários públicos, agentes políticos, incluindo o secretário de saúde do município, médicos veterinários e personal t...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários